Mudanças

Este blog non ecziste. Ele se mudou para:

http://russoz.org/

Todos os post foram migrados, então ele está muito parecido com o atual, mas não é o mesmo.

Publicado em alexei | Marcado com , | Deixe um comentário

II São Paulo Perl Workshop

Está se aproximando!!! :-) Um evento da comunidade, para a comunidade. Promovido pela São Paulo Perl Mongers, o II São Paulo Perl Workshop traz grandes nomes: Larry Wall (criador do Perl e grande influenciador de várias outras linguagens de programação), Brad Fitzpatrick (memcached, entre outros) e brian d foy (perl mongers, livros, inúmeros módulos no CPAN).

Faça já a sua inscrição! As vagas são limitadas!

Publicado em perl | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

chove

Chove.
Um milhão e meio de gotas,
Apenas no último minuto,
Em meio metro de meias vidas.

Há tanto amor na chuva,
Amor que lava, que limpa,
Que queima velhas fotos,
Velhos medos, velhos dedos de
Velhos tempos.

Chove. Uma chuva fininha, constante
A molhar meus olhos, a mostrar
Meus sorrisos, meus abraços,
Meus lânguidos sentidos apurados.

Mais uma chuva em minha fronte,
mais um trovão em minhas costas.
Respiro fundo e sinto o cheiro
do mato molhado em meios momentos.

– Alex Bandeira

Publicado em poesias | Deixe um comentário

por falar em perl

Duas indicações (na verdade são do mesmo autor, o chromatic), sobre Perl Moderno:

Publicado em perl | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

opendata-br

Algum tempo atrás, surgiu na lista da São Paulo Perl Mongers, a idéia de fazermos algo que pudesse ser usado para extrair, analisar e consolidar dados públicos brasileiros. Toda a idéia de ter “governantes” escolhidos pelo povo, a despeito da nossa sofrida realidade, gira em torno da responsabilidade que eles têm para conosco. E é impossível que nós possamos cobrá-los de seus deveres se não tivermos informação. A informação é condição necessária para a nossa atuação como povo, ainda que não seja uma condição suficiente para isso. Mas é um excelente começo.

Com isso, surgiu a idéia do OpenData-BR, que apesar de ainda ter uma definição nebulosa e não sabermos exatamente que bicho que vai sair de lá, almeja prover um conjunto de ferramentas para programadores. O ferramental está, claro, sendo desenvolvido em Perl (Perl Muderno!!! Muderno!!!), o código-fonte é, naturalmente, livre, e quem quiser colaborar, o repositório fica no github.

Até o momento o nosso “alvo” de testes é o site Portal da Transparência do Governo Federal. Já estamos conseguindo extrair alguns conjuntos de dados, mas ainda não há muito sendo feito com eles.

<< All your data are belong to us >>

Publicado em brasil, perl | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

dente azul

No fim de semana eu brinquei um pouco com o Bluetooth no laptop e no celular. Descobri um programinha muito legal chamado BlueProximity: após associar um device BT com o programa, ele fica monitorando a força do sinal – que corresponde a uma medição razoável, ainda que imprecisa – da distância do device para o computador.

Se eu me afasto do computador por um período mais prolongado, ele trava a tela do computador automaticamente. Ao retornar para perto, ele detecta a presença do device e destrava o protetor de tela. Cool!

Publicado em linux | Marcado com , , , , | 1 comentário

programando com alegria

Como já soltei aqui e ali, ando mexendo um tanto com Perl novamente. Tenho sido um membro relativamente ativo na São Paulo Perl Mongers, e tenho me divertido bastante com isso. O nível técnico é bem elevado, e o pessoal gosta de tomar boas cervejas.

Tenho já um módulo já funcionando no CPAN, o Net::Squid::Auth::Plugin::SimpleLDAP. Conta a história que o Fields perguntou, em 2008, se alguém faria um plugin para o módulo dele, e eu topei o desafio. Não é o módulo mais ativo do CPAN, mas de tempos em tempos eu volto nele, e sempre descubro uma coisinha a mais para melhorar.

Uma característica que é fundamental para a comunidade Perl é a existência de testes unitários para os módulos. Um módulo é medido principalmente pela existência de testes, bem como de documentação.  Claro que essa afirmação pode ser verdadeira em qualquer linguagem de programação, mas o ecossistema de ferramentas existentes em Perl para prover essa garantia, está muito além do que qualquer outra linguagem que eu conheça. Por exemplo, veja os reports de testes do meu módulo.

Um dos principais problemas do Net::Squid::Auth::Plugin::SimpleLDAP é que, para efetivamente testá-lo, é preciso executar um servidor LDAP. Além disso, pensei, muitas empresas pequenas poderiam usar um servidor LDAP para prover informações em rede, não somente autenticação de usuários, mas para as quais um servidor full-fledged como o OpenLDAP, ou um produto comercial como o IBM TDS seria complicado, ou caro demais. Daí surgiu a idéia do Net::LDAP::SimpleServer, que ainda está em desenvolvimento. Além de ter um servidor mais simples de usar, terei também um servidor que poderá ser facilmente utilizado nos testes do Net::Squid::Auth::Plugin::SimpleLDAP.

Além disso, dado o meu trabalho diurno de administrador de WebSphere, eu comecei a fazer um módulo chamado WAS::App::Install. O nome já diz tudo. Por enquanto ele não é assim, a solução mais elegante do mundo, mas se resolver o problema, já é um bom começo. E onde está esse começo, no CPAN? Ainda não. Mas quem quiser acompanhar o desenvolvimento veja o repositório no github o repositório no github (depois de duas mudanças de nome).

Enfim, programar em Perl faz com que programar seja divertido novamente. Eu entendo o valor de Java (principalmente no meu contra-cheque recheado de WebSphere), entendo o valor de python e jython, e entendo o valor de Ruby. Mas Perl é f***ing awesome!

Publicado em perl | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário